sábado, 15 de novembro de 2008

Nas margens do rio Rovuma. 15 de Novembro de 1972

Faz hoje precisamente 36 anos que o Furriel Guimarães faleceu em combate nas margens do rio Rovuma, junto à fronteira com a Tanzânia. Decorria o dia 15 de Novembro de 1972, quando no decorrer da Operação "BAGA 6" o referido militar pertencente à CCS do Batalhão de Caçadores 3874 mas destacado nos GEs 212 foi abatido e levado para o outro lado da fronteira, possivelmente para a aldeia de Kytaia onde provavelmente estará sepultado.
Vem a propósito mais uma vez lembrar este trágico desaparecimento e prestar esta breve homenagem no aniversário do seu falecimento, dado que hoje mesmo estive em contacto com ex-Furriel Francisco Felício também pertencente à CCS da Companhia de Caçadores 3874, muito amigo do Furriel Guimarães, com quem conviveu desde o seu embarque para Moçambique em Lisboa no dia 18 de Fevereiro de 1972 , e durante os cerca de nove meses no Aquartelamento de Moçimboa do Rovuma onde aquela Companhia ficou estacionada.
Da breve descrição que fez do Furriel Guimarães, ressaltou o seu espírito de bravura e abnegação perante o perigo, coragem nas missões que desempenhava por vezes pondo em risco a sua própria vida, como era hábito fazê-lo quando ele próprio desmontava as minas anti-carro quando eram detectadas na picada em vez de as fazer explodir à distância.
Do período que com ele conviveu lembrou o seu forte espírito de camaradagem, reconhecendo-lhe no entanto uma certa irrequietude e um elevado sentimento de aventura, o que o levou a oferecer-se para os GEs depois de ter desabafado com aquele seu amigo, apesar do Aquartelamento de Moçimboa do Rovuma ser bastas vezes atacado pela FRELIMO:
- "Isto aqui em Moçimboa do Rovuma é muito monótono. Há poucos tiros e vou mas é oferecer-me para os GEs que ali a luta dá mais entusiasmo".
Foi este espírito irrequieto que o fez oferecer-se para os GEs 212, sendo destacado para o Aquartelamento de Nhica do Rovuma e aí encontrar a morte muito próximo da fronteira, em circunstâncias muito trágicas, tendo sido levado para a Tanzânia, possivelmente para a aldeia de Kytaia onde se presume estar sepultado o seu corpo.
Renovo daqui o meu apelo à Liga dos Combatentes, à Associação de Combatentes da Luta de Libertação Nacional (Moçambique) bem assim como a todas as Associações de ex-combatentes da Guerra Colonial existentes para que, dentro das suas possibilidades (pois são mais que reconhecidas as dificuldades) encetem esforços junto das autoridades tanzanianas, mais concretamente junto da aldeia de Kytaia para que o local da sua sepultura seja encontrado os seus restos mortais sejam devolvidos à pátria e aos seus familiares, e o seu nome se junte aos restantes combatentes inscritos no Monumento aos Combatentes em Belém, onde muito justamente sempre pertenceu lá estar e de onde tem sido incompreensivelmente arredado.
Carlos Vardasca
15 de Novembro de 2008
Fotos 1-2: O Furriel Guimarães aos 15 e 20 anos de idade.
Foto 3: Mapa da localização do Aquartelamento de Nhica do Rovuma e da aldeia tanzaniana de Kytaia onde se presume que o seu corpo esteja sepultado.

36 comentários:

Moçambique Saudades disse...

15 de Novembro de 1972, foi o dia que cheguei a Moçambique (Beira) e fiquei durante 1 mês no Depósito Geral de Adidos.

Anónimo disse...

15 de Novembro é a data de meu nascimento. Em 15 de Novembro de 1972 estava em Negomano, incorporado na CCAÇ 3496 pertencente ao BCAÇ 3874 cuja sede foi Mocímboa do Rovuma. Não me recordo deste lamentável acidente mas do Felício, naturalmente (saúdo-o com um abraço e grande saudade-excelente camarada). Estarei disponível para futuras trocas de impressão.
Um grande abraço,

Amadeu Dias (ex-furriel miliciano)

Carlos Vardasca disse...

Os vossos comentários são sempre bem-vindos.
Ao Amadeu Dias estarei sempre à disposição para troca de informações relacionadas com o blog ou com o conflito colonial em que estivemos envolvidos.
Um abraço
Carlos Vardasca
(ex-combatente da C.CAÇ. 3309)

Anónimo disse...

15 de novembro de 1972 estava em omar, incorporado na ccaç 3495
pertencente ao bcaç 3874 cuja sede Mocimbo do Ruvuma.
E com pesar que o assumto ainda não tenha sido resovido esperando que muito em reve a sepultura
seja localisada o mais rapido possivel e os restos mortais de onosso amigo e combatente restituidos aus seos familiares

Anónimo disse...

Sou o ex-furriel Dias, de Negomano - CCAÇ 3496 e gostaria saber a identificação do Camarada de Omar que pertenceu ao m/Batalhão.
Um abraço do,
Amadeu Dias

Anónimo disse...

15 de novembro de 1972 é a data em que fúi evaquado para o hospital de Nampula ferido por ter acionado uma mina anticarro perto de 0mar
na picada de Moeda para Omar
sou o ex mecanico de viaturas da
ccaç 3495 do bcaç 3874
antonio. carocinho @hotmail.com
estarei disponivel para futuras trcas de impressães
um grande abraço Antonio carocinho

Antonio Saramago disse...

Dei com este blogue e estou muito contente por isso.
Tambem estive em MOCIMBOA DO ROVUMA de janeiro de 73 a agosto de 74,perdi lá 8 companheiros num golpe de mão já depois do 25de abril.
Minha companhia era CART 7253.
É TRISTE RECORDAR ISTO e ainda por cima a ver as fotos das nossas casernas.

Anónimo disse...

Camarada Saramago:
Aproveitemos este espaço - um abraço ao Carlos Vardasco - para interpelá-lo no sentido de saber se estava na Companhia do Furriel Trigo? Amigo que convivi, já no período da disponibilidade, aqui no Porto, e que um cranco nos intestinos nos roubou do seu contacto. Licenciou-se em Filosofia e foi professor do liceu.
Um abraço,
Amadeu Dias

Anónimo disse...

Camarada Saramago,

Acabo de confirmar que estive convosco em Mocímboa do Rovuma aquando de um reforço da minha Companhia (CCAÇ 3496) durante alguns meses. Convivi, com os Furriéis Trigo, Pinheiro, Gama (que era de Viana do Castelo) entre outros que me lembre. Em 1996 fui convidado pelo Pinheiro para um encontro que se realizou em Viseu, mas não pude estar presente.
Um abraço,

Amadeu Dias

Anónimo disse...

Para o Saramago,
Acabei de confirmar que estive durante o período de tempo passado em Mocímboa do Rovuma com a vossa Companhia - eram dois pelotões da CCAÇ 3496. Recordo, agora, os Furrieis Pinheiro, Gama (de Viana do Castelo)o Pinto (de Arrifana), o Trigo, o Sol (de S. João da Madeira) Quer o Trigo como o Sol já faleceram. Recordo a figura do Furriel Mecânico, não me lembro do seu nome, e estou, também a lembrar-me do vosso Capitão.
Um grande abraço,

Amadeu Dias
2011/03/25

Antonio Saramago disse...

Prezado Amadeu,é verdade,o SOL e o Trigo ja partiram,o Pinto era um grande bacano.
Lembro-me bem do seu batalhão o Coronel começou a retirar os géneros á psico e os GES voltaram-se contra nós.
Tu tambem foste a pé para MUEDA?
Deixo aqui um dos meus e-mails
antonio.saramago@iol.pt
os meus blogues,é só clicar aqui no meu nome.
Os meus agradecimentos ao SR VERDASCA.

Anónimo disse...

Sou o Ex-Furriel Neto da C.Caç. 3495, que estive em Omar. Tenho noticias acerca do Ex-Furriel Castro Guimarães. Peço que me contactes para o seguinte e-mail: jose.d.neto@clix.pt. Abraço!

Miguel Ferreira da Costa disse...

Bom dia a todos.
Encontri hoje, pormeo acaso, este blog, transmitindo desde já os meus parabéns ao seu promotor.
Também estive em Mocimboa do Rovuma, entre Janeiro de1973 e Agosto de 1974, como Comandante da CART 7253, pelo que conheço bem o Saramago bem como todos os que foram citados.
O Furriel Mecânico chama-se Parreira
Abraço a todos.
Miguel Costa

Miguel Ferreira da Costa disse...

Bom dia a todos.
Encontri hoje, por mero acaso, este blog, transmitindo desde já os meus parabéns ao seu promotor.
Também estive em Mocimboa do Rovuma, entre Janeiro de1973 e Agosto de 1974, como Comandante da CART 7253, pelo que conheço bem o Saramago bem como todos os que foram citados.
O Furriel Mecânico chama-se Parreira
Abraço a todos.
Miguel Costa

Miguel Ferreira da Costa disse...

Bom dia a todos.
Encontri hoje, por mero acaso, este blog, transmitindo desde já os meus parabéns ao seu promotor.
Também estive em Mocimboa do Rovuma, entre Janeiro de1973 e Agosto de 1974, como Comandante da CART 7253, pelo que conheço bem o Saramago bem como todos os que foram citados.
O Furriel Mecânico chama-se Parreira
Abraço a todos.
Miguel Costa

Anónimo disse...

A todos as cordiais saudações, naturalmente, se me permitem destacar, o Carlos Verdasca:
Pois, bem! Está a aumentar o número de pessoas que estiveram em Moçambique e saúdo o Miguel Ferreira da Costa, que conheci em M. do Rovuma, como CMDT da Companhia onde se integrava o Parreira, de quem me lembro de quando em vez e cujo nome já se me varria. Excelente camarada, como muitos outros que lá estiveram e realço o Trigo com quem convivi, diáriamente, uma vez estudante de filosofia e lamento a sua morte. O Pinheiro, em Viseu, o Sol em S. João da Madeira, também falecido, o Guia de Viana do Castelo e o Pinto de Arrifana bem como um 1º cabo, posteriormente promovido a Furriel, que tinha estado em França antes da tropa e que me esqueço do seu nome.
Para a Verdasca, penso que deve saber, que o seu colega João Gaiteiro, da sua companhia, se reformou já.
Um abraço a todos, neste momento de recordar pessoas,

Amadeu Dias

antonio rosario disse...

BOA TARDE,Voltei aqui e a agradável surpresa de ver aqui um comentário do meu EX CAPITÃO DE COMPANHIA
SAUDAÇÕES A TODOS!!!

Anónimo disse...

Com satisfaçao revejo atraves destes comentarios alguns ex Camaradas do BCAÇ 3874 com os quais convivi em Mocimboa do Rovuma Omar e Nazombe.Pertenci a CART 7253 sou o ex furriel GUIA de V.CASTELO e nao Gama. Um grande abraço 25 de Abril 2012

Jose Manuel disse...

Caros camaradas e amigos.Sou o Ex.Furriel Alves que pertenceu à CART 7256, depois fiu para os GE 208 e em maio de 1973 fui desterrado (exilado) para a CART 7253 onde teóricamente estive preso, não fosse a solidariedade do capitão Miguel Costa a quem eternamente estarei grato.Gostaria de um dia ir a um convivio dessa companhia, caso se efectue com alguma periodicidade, pois para mim não foi a CART 7256 mas a CART 7253 que me acolheu com a solidadiedade que só em cenário de Guerra existe.Obrigado a todos os que tive o prazer de conhecer em Micimboa do Rovuma.Um forte abraço.Tenho imensas saudades vossas.O Meu contacto é jomaal51@gmail.com

Miguel Ferreira da Costa disse...

Criamos uma pagina no Facebbok dedicada a CART 7253, que sugiro visitem.

Anónimo disse...

Miguel Ferreira da Costa: qual o link para aceder à página no Facebook deddicada à CART 7253 ?
Um abraço,
Amadeu Dias
2013/01/08

Carlos Vardasca disse...

No Facebook não sei, mas envio-te estes contactos de alguém dessa Companhia, que te poderá esclarecer as tuas dúvidas.
silva55@sapo.pt
Telemóvel: 936566239
Um abraço
Carlos Vardasca

Miguel Ferreira da Costa disse...

Com muito atraso, aqui vai o link solicitado:

https://www.facebook.com/groups/CART7253/?fref=ts

Abraço a todos

Miguel ferreira da Costa

Miguel Ferreira da Costa disse...

Com muito atraso, aqui vai o link

solicitado:https://www.facebook.com/groups/CART7253/?fref=ts

Caso pretendam alguns contactos de camaradas da CART 7253, nomeadamente os citados,posso facultar.

Um abraço a todos

Miguel Ferreira da Costa

Anónimo disse...

A CCAÇ 3496 vai realizar o seu encontro anual de 2013 nos Arcos de Valdevez a 22 de Junho. Comparece e convive, pois, serás benvindo e recordarás o tempo passado.
Um abraço ao Verdasca,
Amadeu Dias
2013/06/16

antonio rosario disse...

BOA TARDE, mais uma vez aqui dei om pulinho e aqui vou deixar o link da CART 7253 como pedido do Sr Amadeu Dias

HTTPS://WWW.FACEBOOK-COM/GROUPS/CART7253/

UM ABRAÇO

antonio rosario disse...

BOA TARDE, mais uma vez aqui dei om pulinho e aqui vou deixar o link da CART 7253 como pedido do Sr Amadeu Dias

HTTPS://WWW.FACEBOOK-COM/GROUPS/CART7253/

UM ABRAÇO

Miguel Ferreira da Costa disse...

Corrijo o endereço indicado pelo Saramago para :

Www.facebook.com/groups/cart7253

Abraço

antonio saramago disse...

Pois realmente escrevi mal o endereço
A todos saúdo com um forte abraço

Pintado Jorge disse...

Prezado amigo Neto
Sou o Pintado Jorge, ex-Fur.Mil e estive nos Pisteiros em Vila Pery, partindo depois para Muidine, base da minha Companhia-3.ªCCaçBCaç 5013, durante parte de 1973 e 1974.
Sempre ouvi falar do ocorrido com o Castro Guimarães, tendo provocado grande consternação a todos nós tendo em conta, que terá sido assassinado por forças da Tanzânia.
Agradecia então em meu nome, e porque não, em nome de todo este pessoal que comenta, informações sobre nosso colega assassinado

Pintado Jorge disse...

Prezado amigo Neto
Sou o Pintado Jorge, ex-Fur.Mil e estive nos Pisteiros em Vila Pery, partindo depois para Muidine, base da minha Companhia-3.ªCCaçBCaç 5013, durante parte de 1973 e 1974.
Sempre ouvi falar do ocorrido com o Castro Guimarães, tendo provocado grande consternação a todos nós tendo em conta, que terá sido assassinado por forças da Tanzânia.
Agradecia então em meu nome, e porque não, em nome de todo este pessoal que comenta, informações sobre nosso colega assassinado

Carlos Vardasca disse...

Presado amigo Pintado Jorge. Ao clicar no lado esquerdo deste blogue onde diz Furriel Castro Guimarães, terá aí toda a informação relacionada com o caso e as diligências que estão a ser efectuadas para localizar o local da sua sepultura na Tanzânia. Se pretender outros esclarecimentos adicionais contacte-me para carlosvardasca@netcabo.pt ou 963899868. Um abraço

Pintado Jorge disse...

Amigo Carlos Verdasca
Procedi conforme indicação tua, tendo sido levado a pensar que o colega Neto, de Omar, já sabia local onde está sepultado o saudoso Castro Guimarães.
Com a tua resposta " de uma hora para a outra", fico agradecido.
Grande abraço!
Pintado Jorge


José Dias Neto disse...

Sou o Ex-Furriel Neto da 3495/Omar

A todos os camaradas as minhas desculpas por tão tardia intervenção.
Conheci e convivi com o ex-Furriel "Ranger" Castro Guimarães em Porto-Amélia e separámo-nos no 34; ele foi para Mocímboa do Rovuma e eu para Omar.
Um excelente companheiro.
Quando intervi neste blog a anunciar notícias sobre este camarada, fi-lo baseado no que me tinha sido transmitido por um ex-Furriel da minha companhia de grande reputação e credibilidade, num encontro anual.
Disse-me ele, que o Castro Guimarães estava vivo, pelas informações seguras que tinha.
Após verificar o vosso interesse no que vos queria transmitir, contactei-o telefonicamente e ele disse-me que se tratava de um tremendo equívoco.
Lamentavelmente do nosso camarada Castro Guimarães as notícias são aquelas que nós já conhecíamos.
Peço-vos a todos as mais sinceras desculpas pela expectativa que criei e vos fiz criar.

joseneto3495@gmail.com

antónio disse...

Boa tarde. vi agora um comentário de Pintado Jorge que foi meu camarada em Muidine. Um grande abraço para ele: homem de Freixo de Espada à Cinta.

António Eugénio Pintado Jorge disse...


Amigo antónio, se és o Furriel Rodrigues, de Almada, então um grande abraço para ti, extensivo a estes companheiros com quem partilhámos as agruras da guerra.